O FESTIVAL DE CULTURA POPULAR DO TERRITÓRIO ALTO RIO PARDO (MG) COMO PRÁTICA SOCIAL E PEDAGÓGICA: FORMAÇÃO E RESISTÊNCIA

Érika Fernanda Pereira de Souza, José Paulo Pietrafesa

Resumo


Este trabalho realizou reflexões sobre a cultura popular camponesa entendendo-a como uma construção dinâmica advinda dos seus modos de vida, experiências e saberes relativos ao trabalho e a produção de sua subsistência. Se fez a luz da divisão social do trabalho e suas relações com a formação da cultura, posto que existem dicotomias históricas constituída e constituinte de relações sociais de poder. Considerando ainda que a investigação científica deve desvelar as condições estruturais da sociedade. Analisamos a articulação que se deu entre Cultura Popular e Educação do Campo, demonstrada aqui concretamente na apresentação do Festival da Cultura Popular do Alto Rio Pardo – MG, destacando as práticas culturais que o compõem como processos educativos, onde se desenvolve uma ação social e pedagógica na região, a qual contribui para a formação dos sujeitos e o fortalecimento da resistência camponesa mediante a inserção da lógica de desenvolvimento capitalista em seus modos de vida, sociabilidades e experiências.

Texto completo:

PDF

Referências


ARROYO, Miguel Gonzales. A educação básica e o movimento social do campo. In: ARROYO, Miguel Gonzales; FERNANDES, Bernardo Mançano. A educação básica e o movimento social do campo. Brasília: Articulação nacional por uma educação básica do campo, 1999. (Coleção por uma educação básica do campo, n. 2).

AZEVEDO, Fernando de. A cultura brasileira. 6.ed. Rio de Janeiro, UFRJ, Brasília, UnB, 1996.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. Festas de Trabalho. In: SILVA, René Marc da Costa. (Org.). Cultura popular e Educação: salto para o futuro. Secretaria de Educação a Distância, MEC. Brasília, 2008a.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. Verbete “Cultura Popular”. In: STRECK, Danilo R; REDIN, Euclides; ZITKOSKI, Jaime José (Org.). Dicionário Paulo Freire. Belo Horizonte, Editora Autêntica, 2008b.

CHAUÍ, Marilena. Cultura Popular e autoritarismo. In: CHAUÍ, Marilena. Conformismo e resistência: aspectos da cultura popular no Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1986.

FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. 31.ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2008.

GABRIEL, Eleonora. Linguagens artísticas da cultura popular. In: SILVA, René Marc da Costa (Org.). Cultura popular e Educação: salto para o futuro. Brasília: Secretaria de Educação a Distância, MEC, 2008.

MARTINS, José de Souza Martins. Música sertaneja: a dissimulação na linguagem dos humilhados. In: MARTINS, José de Souza Martins. Capitalismo e tradicionalismo: estudos sobre as contradições da sociedade agrária no Brasil. São Paulo: Pioneira, 1975.

MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. Sobre literatura e arte. 4.ed. Lisboa: Estampa, 1974.

MARX, Karl. Contribuição à crítica da economia política. 2. ed. São Paulo: Expressão Popular, 2008.

MONTANARI, Massimo. Comida como cultura. Tradução de Letícia Martins de Andrade. 2. ed. São Paulo: Senac, 2013.

MURRAY, Charles. A música como objeto de memória. In: SILVA, René Marc da Costa. (Org.). cultura popular e educação: salto para o futuro. Brasília: Secretaria de Educação a Distância, MEC, 2008.

NOGUEIRA, Mônica Celeida Rabelo. Gerais a dentro e a fora: identidade e territorialidade entre Geraizeiros do Norte de Minas Gerais. Tese (Doutorado do Departamento de Antropologia) – Universidade de Brasília, Brasília, 2009.

PINTO, Álvaro Vieira. Teoria da Cultura. In: PINTO, Álvaro Vieira. Ciência e existência: problemas filosóficos da pesquisa científica. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979. p.119-128.

SAVIANI, Dermeval. História das ideias pedagógicas no Brasil. 4 ed. Campinas: Autores Associados, 2013.

SILVA, René Marc da Costa (Org.). Cultura popular e educação: salto para o futuro. Brasília: Secretaria de Educação a Distância, MEC, 2008.

THOMPSON, Edward Palmer. Costumes em comum: estudos sobre a cultura popular e tradicional. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

TORRES, Lúcia Beatriz; CAVALCANTE, Raphael. Festas de Santos Reis. In: SILVA, René Marc da Costa. (Org.). Cultura popular e Educação: salto para o futuro. Brasília: Secretaria de Educação a Distância, MEC, 2008.

SITE: < https://caa.org.br/biblioteca/noticia/festival-da-cultura-popular-do-alto-rio-pardo-celebrar-e-nossa-forma-de-resistir >.

SITE: < https://www.embrapa.br/busca-de-noticias/-/noticia/18427846/festival-celebra-cultura-e-sociobiodiversidade-dos-geraizeiros-do-alto-rio-pardo-mg >.

SITE: < http://g1.globo.com/mg/grande-minas/noticia/2016/11/festival-busca-valorizar-agricultura-familiar-no-alto-do-rio-pardo-em-mg.html >.

SITE: < https://www.youtube.com/watch?v=9MdI_bO09Y4 >.




DOI: http://dx.doi.org/10.18224/baru.v4i2.7011

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Rodapé - Baru
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


BARU | Revista Brasileira de Assuntos Regionais e Urbanos | Mestrado em Desenvolvimento e Planejamento Territorial da PUC Goiás | e-ISSN 2448-0460 | Qualis B4

Visitantes - (24/08/2017 - 21/10/2019)
País Usuários
Brasil 6.689
Estados Unidos 261
França 234
Portugal 83
Colombia 55
México 37
Iraque 35
Reino Unido 34
Argentina 29

Fonte: Google Analytics.