A PROIBIÇÃO DE MALDIZER O CHEFE DO POVO (EX 22,27B)

Matthias Grenzer, Kleber Barreto de Jesus

Resumo


A investigação aqui apresentada procura pelo provável sentido original da formulação jurídica em Ex 22,27b: “E não maldirás o chefe de teu povo!” Para isso, é preciso que se reconheça primeiramente a configuração literária da lei em questão. Como funcionam, pois, as chamadas leis imperativas ou apodíticas? No segundo momento, favorecem-se investigações semânticas. Ora se procura pelo significado mais exato do vocábulo aqui traduzido como “chefe”, ora se visa à raiz verbal traduzida como “maldizer” (Ex 22,27b). Em vista do material abrangente oferecido pela Bíblia Hebraica, o presente estudo se limita, por excelência, às tradições do Pentateuco.

THE PROHIBITION OF CURSING THE HEAD OF THE PEOPLE (Ex 22,27b)

The investigation presented here looks for the probable original meaning of the legal formulation in Ex 22: 27b: "You shall not curse the chief of your people!" For this we must first recognize the literary configuration of the law in question. How do the so-called imperative or apodictic laws work? In the second moment, semantic investigations are favored. First there will be searches for the most exact meaning of the word translated here as "chief". Secondly, it will be investigated the verbal root translated as "cursing" (Ex 22,27b). In view of the abundant material offered by the Hebrew Bible, the present study is limited, par excellence, to the traditions of the Pentateuch

Palavras-chave


Pentateuco; Direito; Lei imperativa; Maldição de autoridade; Pentateuch; Law; Imperative Law; Curse of authority

Texto completo:

PDF

Referências


ARTUSO, Vicente. A revolta de Coré, Datã e Abiram (Nm 16–17). Análise estilístico-narrativa e interpretação. São Paulo: Paulinas, 2008.

BOUZON, Emanuel. Algumas observações sobre Ex 21,22-25 à luz do direito cuneiforme. Atualidade Teológica, n. 20, p. 137-155, 2005.

CRÜSEMANN, Frank. Die Tora. Theologie und Sozialgeschichte des alttestamentlichen Gesetzes. München: Chr. Kaiser, 1992. Tradução brasileira: A Torá. Teologia e história social da lei do Antigo Testamento. 4. ed. Petrópolis: Vozes, 2012.

GARCÍA LÓPEZ, Felix. O Pentateuco. Introdução à leitura dos cinco primeiros livros da Bíblia. São Paulo: Ave-Maria, 2004.

GRENZER, Matthias. Decidido a defender o oprimido (Ex 2,11-15c). Revista de Cultura Teológica, v. 35, p. 129-139, 2001.

GRENZER, Matthias. Desejos inoportunos e a esperança por um povo-profeta (Nm 11,4-35). In: _____. O projeto do êxodo. 2. ed. (reimpressão). São Paulo: Paulinas, 2018. p. 95-126.

GRENZER, Matthias. Imigrante abençoado (Gn 11,27–12,9). In: PASSOS, João Décio; SOARES, Afonso Maria Ligorio (Orgs.). Doutrina Social e Universidade. O cristianismo desafiado a construir cidadania. São Paulo: Paulinas, 2007. p. 139-153.

KRAUSS, Heinrich; KÜCHLER, Max. As origens: um estudo de Gênesis 1–11. São Paulo: Paulinas, 2017.

MEYER, Berend. Das Apodiktische Recht. Stuttgart: Kohlhammer, 2017.

OSUMI, Yuichi. Die Kompositionsgeschichte des Bundesbuches Exodus 20,22b–23,33. Freiburg, Suiça; Göttingen: Universitätsverlag; Vandenhoeck und Ruprecht, 1991.

OTTO, Eckart. A lei de Moisés. São Paulo: Loyola, 2011.

SCHENKER, Adrian. Versöhnung und Widerstand. Bibeltheologische Untersuchung zum Strafen Gottes und der Menschen, besonders im Lichte vom Exodus 21–22. Stuttgart: Katholisches Bibelwerk, 1990.

SKA, Jean Louis. Introdução à leitura do Pentateuco: chaves para a interpretação dos cinco primeiros livros da Bíblia. São Paulo: Loyola, 2003.

SKA, Jean Louis. O Antigo Testamento: explicado aos que conhecem pouco ou nada a respeito dele. São Paulo: Paulus, 2015.

SKA, Jean Louis. O canteiro do Pentateuco. São Paulo: Paulinas, 2015.

STOLZ, Fritz. afn nśʼ aufheben, tragen. In: Ernst Jenni; Claus Westermann. Theologisches Handwörterbuch zum Alten Testament. Band II. München; Zürich: Chr. Kaiser; Theologischer Verlag, 1984. p. 109-117.

ZENGER, Erich. Einleitung in das Alte Testament. 7. ed. Stuttgart: Kohlhammer, 2008.




DOI: http://dx.doi.org/10.18224/cam.v16i2.6612

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Matthias Grenzer, Kleber Barreto de Jesus

 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


CAMINHOS | Revista do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências da Religião da Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-778X | Qualis B1

Visitantes - (01/01/2006 - 20/11/2018)
País Usuários
Brasil 39.977 - 93,63%
Estados Unidos 813 - 1,90%
França 286 - 0,67%
Portugal 190 - 0,44%
Coréia do Sul 127 - 0,30%
Alemanha 87 - 0,20%
Reino Unido 82 - 0,19%
México 78 - 0,18%
Moçambique 69 - 0,16%
Total 43.121

Fonte: Google Analytics.