O ROCK COMO POSSIBILIDADE PARA UMA ESPIRITUALIDADE NÃO-RELIGIOSA

Flávio Lages Rodrigues

Resumo


Este artigo analisa o rock como elemento principal na espiritualidade não-religiosa com o ritual, sentimento de pertencimento, solidariedade e sociabilidade, para além das instituições religiosas. Nossa hipótese parte de que o crescimento das cidades, bem como o pensamento pós-moderno proporcionaram outras formas de cultura e espiritualidade na atualidade. O objetivo principal desse artigo é mostrar que o rock pode ser o elemento socializador principal nessa espiritualidade não-religiosa entre as tribos urbanas headbanger em Belo Horizonte. A metodologia proposta para esse trabalho é constituída por análise da referência bibliográfica e tem como teórico principal o sociólogo Michel Maffesoli entre outros autores.

THE ROCK AS POSSIBILITY FOR A NON-RELIGIOUS SPIRITUALITY

Abstract: This article analyzes rock as the main element in non-religious spirituality with ritual, feeling of belonging, solidarity and sociability, outside of religious institutions. Our hypothesis is that the growth of cities as well as postmodern thought have provided other forms of culture and spirituality today. The main purpose of this article is to show that rock can be the main socializing element in this non-religious spirituality among the urban tribes headbangers in Belo Horizonte. The methodology proposed for this work is constituted by analysis of the bibliographical reference and has as main theoretician the sociologist Michel Maffesoli among other authors.

Palavras-chave


Rock. Espiritualidade não-religiosa. Tribos Urbanas. Ciências da Religião. Sociologia. Rock. Non-religious Spirituality. Urban Tribes. Religion. Sociology.

Texto completo:

PDF

Referências


BAGGIO, Sandro. Revolução na música gospel: um avivamento musical em nossos dias. São Paulo: Exodus, 1997.

CALVANI, Carlos Eduardo B. Teologia e MPB. São Paulo: Loyola, 1998.

CAMARGO, Luiz Octávio de Lima. Educação para o Lazer. São Paulo: Moderna, 1998.

DURKHEIM, Émile. As formas elementares de vida religiosa. 2. ed. São Paulo: Paulus, 1989.

FRIEDLANDER, Paul. Rock and Roll: uma história social. 10. ed. Rio de Janeiro: Record, 2017.

GRANHOLM, Kennet. Sons of Northern Darkness: Heathen Influences in Black Metal and Neofolk Music. Nvmen, Leiden, v. 58, p. 514-544, 2011.

LEFEBVRE, H. A Revolução Urbana. Belo Horizonte: UFMG, 1999.

MAFFESOLI, Michel. O tempo retorna: formas elementares da pós-modernidade. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2012.

MAFFESOLI, Michel. O tempo das tribos: o declínio do individualismo nas sociedades de massa. 4. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010a.

MAFFESOLI, Michel. Postmodernidad. Las criptas de la vida.

Espacio aberto, Maracaibo, v. 13, n. 3, p. 391-402, 2004a. Disponível em: http://link.periodicos.capes.gov.br. Acesso em: 13 abr. 2016.

MAFFESOLI, Michel. Perspectivas tribais ou a mudança do paradigma social. Famecos, Porto Alegre, v. 1, n. 23, p. 23-29, 2004b. Disponível em: http://www.revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/3247/2507. Acesso em: 13 abr. 2016.

MAFFESOLI, Michel. Saturação. São Paulo: Iluminuras/Itaú Cultural, 2010b.

MAGNANI, José Guilherme C.; TORRES, Lílian de Lucca (Orgs.). Na Metrópole: Textos de Antropologia Urbana. São Paulo: EDUSP, 1996.

RIBEIRO, Flávio Augusto Senra; CAMPOS, Fabiano Victor de Oliveira. Senso religioso contemporâneo e os sem religião: uma provocação a partir de Emmanuel Lévinas. Caminhos, Goiânia, v. 12, n. 2, p. 115-129, jul./dez. 2014. Disponível em: http://seer.pucgoias.edu.br/index.php/caminhos/article/viewFile/3579/2082. Acesso em: 12 nov. 2018.

ROBERTSON, James. Death metal: A “pipeline to God”? Social Sciene Research Council. New York, 2010. Disponível em: http: //tif. ssrc.org/2010/08/19/pipeline-to-god. Acesso em: 29 out. 2018.

RODRIGUES, Flávio Lages. A Liberdade do Espírito na vida e no rock. Rio de Janeiro: MK, 2007.

RODRIGUES, Flávio Lages. O rock na evangelização. Rio de Janeiro: MK, 2006.

SALINAS, Daniel; ESCOBAR, Samuel. Pós-Modernidade: novos desafios à Fé Cristã. São Paulo: ABU, 1999.

THOMPSON, E. P. Costumes em comum. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

VIEILLARD-BARON, Jean-Louis. Espiritualismo Francês. In: CANTO-SPERBER, Monique (Org.). Dicionário de Ética e Filosofia Moral. São Leopoldo: Unisinos, 2003. p. 564. v. 1.




DOI: http://dx.doi.org/10.18224/cam.v17i1.6941

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Flávio Lages Rodrigues

Rodapé - Caminhos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


CAMINHOS | Revista do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências da Religião da Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-778X | Qualis B1

Visitantes - (01/01/2006 - 01/05/2019)
País Usuários
Brasil 55.389
Estados Unidos 1.453
Portugual 321
França 316
Coréia do Sul 167
México 131
Moçambique 99
Angola 94
Reino Unido 89
Total 60.045

Fonte: Google Analytics.