A MEDIUNIDADE, DA PROFECIA AO RITO: A TRANSFORMAÇÃO DA ESPIRITUALIDADE NO ESPIRITISMO KARDECISTA

Luiz Signates

Resumo


O espiritismo brasileiro, em meados do século 20, passou por uma silenciosa, mas importante transformação no sentido que emprestava à noção de mediunidade, como elemento primordial da realização do espiritual dentro de seu sistema de crenças. Neste trabalho, especificamos três modalidades de espiritualidade, percebidas a partir do modo como, em cada época, os espíritas trataram da mediunidade, devido ao crescente processo de institucionalização do espiritismo: o não rito, o rito de contato e o rito de separação.

MEDIUMSHIP, FROM PROPHECY TO RITE: THE TRANSFORMATION
OF SPIRITUALITY IN KARDECTIC SPIRITISM

Brazilian spiritism, in the mid-20th century, underwent a silent but important
transformation in the sense that it lent itself to the notion of mediumship as the primordial element of the realization of the spiritual. In this work, we specify three modes of spirituality, perceived from the way in which the spiritists dealt with mediumship, in the context of the growing process of institutionalization of spiritism: non-rite, rite of contact and rite of separation.

Palavras-chave


Espiritismo. Mediunidade. Ritualização. Espiritualidade. Spiritism. Mediumship. Ritualization. Spirituality.

Texto completo:

PDF

Referências


ARRIBAS, Célia da G. Afinal, espiritismo é religião? A doutrina espírita na formação da diversidade religiosa brasileira. São Paulo: Alameda, 2010.

AUBRÉE, Marion; LAPLANTINE, François. La table, le livre et les esprits: naissance, évolution et actualité du movement social spirite entre France at Brésil. Paris: JCLattès, 1990.

CAMARGO, Cândido P. F. Kardecismo e umbanda: uma interpretação sociológica. São Paulo: Livraria Pioneira Editora, 1961.

CAMURÇA, Marcelo A. Estilos de espiritualidade como critério para tipologias e interpretações do campo religioso na contemporaneidade. Ciências Sociais e Religião, Ano 18, n. 24, p. 18-32, jan./jul. 2016.

CARVALHO, Larissa C.; LOUSADA, Vinícius L. A Revue Spirite (1858-1869) e as comunidades de leitores das obras de Allan Kardec. 15º Encontro Sul-Rio-Grandense de Pesquisadores em História da Educação em Caxias do Sul – RS, 2009. Disponível em: http://www.febnet.org.br/ba/file/Pesquisa/Textos/Texto%20 ASPHE%202009.pdf. Acesso em: 15 dez. 2018.

DA SILVA, Natanael G. Espiritualidade e fé: pressupostos ontológicos em Paul Tillich. Revista Eletrônica Correlatio, n. 6, p. 128-137, nov. 2004.

HESS, David J. Samba in the night: Spiritism in Brazil. New York: Columbia University Press, 1994.

KARDEC, Allan. O evangelho segundo o espiritismo. Tradução: Guillon Ribeiro. Brasília: Federação Espírita Brasileira, 1991.

KARDEC, Allan. O livro dos espíritos. Tradução: Guillon Ribeiro. Brasília: Federação Espírita Brasileira, 1974.

MACHADO, Ubiratan. Os intelectuais e o espiritismo: de Castro Alves a Machado de Assis. Niterói: Lachâtre, 1996.

MAGNANI, José G. C. Mystica urbe: um estudo antropológico sobre o circuito neo-esotérico na metrópole. São Paulo: Studio Nobel, 1999.

MAGNANI, José G. C. O Brasil da Nova Era. Rio de Janeiro: Zahar, 2000.

MONTES, Maria L. As figuras do sagrado: entre o público e o privado na religiosidade brasileira. São Paulo: Claro Enigma, 2012.

ORTIZ, Renato. A morte branca do feiticeiro negro: umbanda e sociedade brasileira. São Paulo: Brasiliense, 1991.

PIRES, José H. Curso dinâmico de espiritismo: o grande desconhecido. São Paulo: Paideia, 1979.

PIRES, José H. O centro espírita. São Paulo: LAKE, 1987.

RIO, João do. A alma encantadora das ruas. S/l: LêLivros, 1908.

SANTOS, José L. dos. Espiritismo: uma religião brasileira. São Paulo: Moderna, 1997.

SIGNATES, Luiz. A sombra e o avesso da luz: Habermas e a comunicação social. Goiânia: Kelps, 2009.

SIGNATES, Luiz. As curas espirituais como problema da ciência da religiões. In: ECCO, Clóvis et al. (Orgs.). Religião, saúde e terapias integrativas. Goiânia: Espaço Acadêmico, 2016. p. 167-184.

STOLL, Sandra J. Espiritismo à brasileira. São Paulo: EDUSP, 2003.

TILLICH, Paul. Teologia Sistemática. São Leopoldo: Sinodal, 2005.




DOI: http://dx.doi.org/10.18224/cam.v17i1.6968

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Luiz Signates

Rodapé - Caminhos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


CAMINHOS | Revista do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências da Religião da Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-778X | Qualis B1

Visitantes - (01/01/2006 - 01/05/2019)
País Usuários
Brasil 55.389
Estados Unidos 1.453
Portugual 321
França 316
Coréia do Sul 167
México 131
Moçambique 99
Angola 94
Reino Unido 89
Total 60.045

Fonte: Google Analytics.