A Concepção Freudiana da Sexualidade Infantil e as Implicações da Cultura e Educação

Veridiana Canezin Guimarães

Resumo


o presente artigo analisa, na perspectiva freudiana, aspectos da sexualidade infantil em seus nexos irreversíveis com a exterioridade do objeto e a dimensão sociocultural, e discute a sexualidade mais primitiva e corporal, a sexualidade infantil
em suas dimensões auto-eróticas e perverso-polimorfa, alertando para as implicações do objeto externo no funcionamento e sobrevivência da dimensão psíquica.

Palavras-chave: Sexualidade infantil. Destinos culturais. Psicanálise

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/educ.v15i1.2441

Direitos autorais

Rodapé - Educativa
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


EDUCATIVA | Revista do Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7771 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = B1

Visitantes - (04/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.