Jovens mulheres em processo de formação no curso de pedagogia: representações sociais instituintes da profissão

Edna Mendonça Oliveira de Queiroz, Maria Teresa Canezin Guimarães

Resumo


Resumo: Este artigo analisa as representações e as estratégias de jovens mulheres, estudantes do curso de Pedagogia, para lidar com sua condição juvenil e seus impasses como agentes que conciliam trabalho e estudo no processo de formação docente (no curso de pedagogia). Nesse sentido, busca também apreender as representações instituintes que permeiam a adesão ao projeto de formação para atuar no magistério.

Palavras-chave: jovens mulheres, representações sociais, formação docente.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/educ.v17i1.3590

Direitos autorais

Rodapé - Educativa
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


EDUCATIVA | Revista do Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7771 | Qualis B1

Visitantes - (01/01/2006 - 02/05/2019)
País Usuários
Brasil 20.979
Estados Unidos 691
Portugual 335
França 289
Moçambique 171
Angola 150
Espanha 69
Reino Unido 67
México 42
Russia 42
Total 23.304

Fonte: Google Analytics.