As violências nas escolas a partir da Consciência do "Senhor" e do "Escravo"

Diogo Acioli Lima, Luiz Síveres, Candido Alberto Gomes

Resumo


Resumo: Este estudo de casos múltiplos analisou cinco escolas públicas do Distrito Federal, focalizando as violências praticadas entre estudantes dos anos finais do ensino fundamental. Os resultados revelaram a formação de grupos em disputa de poderes, caracterizando-se como ?senhores e ?escravos. A escola se configura como reflexo de contextos sociais violentos
e, simultaneamente, um laboratório de violências. Propõem-se os projetos sociais como uma alternativa para a diminuição da violência.

Palavras-chave: educandos, filosofia e educação, instituições de ensino fundamental, meio social, violência escolar.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/educ.v17i1.3594

Direitos autorais

Rodapé - Educativa
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


EDUCATIVA | Revista do Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7771 | Qualis B1

Visitantes - (01/01/2006 - 01/08/2019)
País Usuários
Brasil 24.984
Estados Unidos 768
Portugual 385
França 296
Moçambique 215
Angola 200
Espanha 78
Reino Unido 68
México 49
Total 27.878

Fonte: Google Analytics.