Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM): os caminhos das políticas pública educaconais nacionais do ensino médio

Sonia Teresinha Biasus, Marilda Pasqual Schneider

Resumo


Resumo: A avaliação dos sistemas de ensino se consolida como um produto padrão de administração pública pelo qual as políticas sociais se orientam. Com o intuito de regular a qualidade do ensino ofertado, nas últimas décadas,
políticas de avaliação de sistemas e escolas ganham espaço no contexto educacional brasileiro. O texto em pauta tem por objetivo analisar a política de avaliação preconizada pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e seus impactos no processo educativo de jovens estudantes. Para dar conta dessa tarefa, apresenta e discute, inicialmente, o conceito de avaliação,
situando-a no campo da política educacional, tendo em vista elucidar o cenário no qual as avaliações do Ensino Médio se encontram inseridas. Em um segundo momento, caracteriza o Ensino Médio no contexto histórico brasileiro e analisa, pelo recurso da análise de conteúdo, documentos oficiais
que normatizam o Enem, desde a sua criação (1998) no contexto da política educacional, com o intuito de apreender os aspectos basilares do Exame. Por fim, busca captar percepções de sujeitos escolares, nomeadamente docentes e
discentes, acerca do Enem e de seus possíveis impactos no processo educativo por eles vivenciados na disciplina de Língua Portuguesa.

Palavras-chave: Exame Nacional de Ensino Médio, políticas públicas, ensino médio.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/educ.v17i1.3604

Direitos autorais

Rodapé - Educativa
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


EDUCATIVA | Revista do Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7771 | Qualis B1

Visitantes - (01/01/2006 - 01/08/2019)
País Usuários
Brasil 24.984
Estados Unidos 768
Portugual 385
França 296
Moçambique 215
Angola 200
Espanha 78
Reino Unido 68
México 49
Total 27.878

Fonte: Google Analytics.