Distance Education and Teacher Formation: by a Possible Didactics

Daniela da Costa Britto Pereira Lima, Emanoela Celestino Almeida Ramos, Mônica Desiderio

Resumo


Abstract: this article aims to present the results of the research carried out with the objective of analyzing distance education (DE) and the need for a new didactic in virtual learning environments. In bibliographical and documentary research, the focus was on theorists as Peters (2001), Feenberg (2004), Toschi (2005a, 2005b, 2013), among others, and on the legislation governing this modality of teaching. The text concludes with considerations about didactics in DE and the importance of teacher mediation in virtual learning environments and that in teacher formation digital technologies are understood as a mediated action in a didactic perspective that surpasses the instrumental model.

Educação a distância e formação do professor: por uma didática possível

Resumo: este artigo tem como objetivo apresentar resultados da pesquisa realizada com o objetivo de analisar a educação a distância (EaD) e a necessidade de uma nova didática nos ambientes virtuais de aprendizagem (AVA). Na pesquisa bibliográfica e documental, o foco recaiu sobre teóricos como Peters (2001), Feenberg (2004), Toschi (2005a, 2005b, 2013), entre outros, e sobre a legislação que rege essa modalidade de ensino. Conclui-se o texto com considerações acerca da didática na EaD e da importância da mediação docente nos AVA e de que na formação de professores as tecnologias digitais sejam compreendidas como uma ação mediatizada numa perspectiva didática que supera o modelo instrumental.

Palavras-chave


Didactics; Distance Education; Technologies; Teachers Formation; Didática; Educação a Distância; Tecnologias; Formação de Professores

Texto completo:

PDF

Referências


ALONSO, Kátia Morosov. Algumas considerações sobre a educação a distância, aprendizagens e a gestão de sistemas não presenciais de ensino. In: PRESTI, Oreste (Org.). Educação a Distância: ressignificando práticas. Brasília: Liber livro, 2005.

BRASIL. Ministério da Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais da Educação Básica – Brasília, MEC, SEB, DICEI, 2013. Disponível em: . Acesso em: 1 ago. 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. Decreto n° 2.494 de 10 de fevereiro de 1998. Institui as normas para oferecimento de cursos a distância. Disponível em: . Acesso em: 9 set. 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Disponível em: . Acesso em: 16 jun. 2017.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei nº 13.005 de 25 de junho de 2014 – Plano Nacional de Educação. Brasília, 2014. Disponível em: . Acesso em: 9 fev. 2017.

BRASIL. Ministério da Educação. Decreto nº 6.755, de 29 de janeiro de 2009. Institui a Política Nacional de Formação de Profissionais do Magistério da Educação Básica. Disponível em: . Acesso em: 9 fev. 2017.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria Ministerial nº 301, de 7 de abril de 1998. Normatiza os procedimentos de credenciamento de instituições para a oferta de cursos a distância. Disponível em:

. Acesso em: 9 fev. 2017.

BRASIL. Ministério da Educação. Universidade Aberta do Brasil. Disposições sobre a UAB, 2008. Disponível em: . Acesso em: 9 fev. 2017.

BRASIL. Decreto nº 5.800, de 8 de junho de 2006. Dispõe sobre o Sistema Universidade Aberta do Brasil. Disponível em: . Acesso em: 10 mar. 2017.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Resolução nº 1, de 11 de março de 2016a. Estabelece Diretrizes e Normas Nacionais para a Oferta de Programas e Cursos de Educação Superior na Modalidade a Distância. Disponível em: . Acesso em: 18 jun. 2017.

BRASIL. Decreto nº 9.057, de 25 de maio de 2017. Regulamenta o art. 80 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2017.

BRASIL. Portaria nº 1.134, de 10 de outubro de 2016b. Revoga a Portaria MEC nº 4.059, de 10 de dezembro de 2004, e estabelece nova redação para o tema. Disponível em: . Acesso em: 19 jun. 2017.

CANDAU, Vera Maria (Org.). A Didática em Questão. 31 ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

FEENBERG, Andrew. A fábrica ou a cidade: qual o modelo de educação a distância via web?, 2004. Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2016.

KENSKI, Vani Moreira. Tecnologias e ensino presencial e a distância. Campinas, SP: Papirus, 2003.

LIBÂNEO, José Carlos; OLIVEIRA, João Ferreira; TOSCHI, Mirza Seabra. Educação escolar: políticas, estrutura e organização. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2005.

LIMA, Daniela da Costa Britto Pereira. Estratégias Cognitivas do Professor na Aprendizagem do Uso do Software Everest: Contribuições para uma metodologia de formação docente. 2005. 169 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira, Faculdade de Educação, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2005.

LIMA, Daniela da Costa Britto Pereira. Produto 02 - Documento técnico contendo estudo analítico do processo de expansão de EaD ocorrido no período 2002-2012, particularmente no que se refere aos cursos de formação de professores nas IES públicas e privadas. Projeto Conselho Nacional de Educação/UNESCO, 2014. Disponível em: . Acesso: 21 maio 2017.

LIMA, Daniela da Costa Britto Pereira. Tecnologias, educação e formação: conceitos, inclusão e iniciativas. In: ANDERI, Eliane Gonçalves C.; TOSCHI, Mirza Seabra (Orgs.). Inclusão digital e social – Conhecimento e Cidadania. Anápolis: Ed. UEG, 2016.

LIMA, Daniela da Costa Britto Pereira; FARIA, Juliana Guimarães; DESIDERIO, Mônica. Políticas e financiamento do ensino superior público no Brasil e as condições do trabalho docente a distância. In: TOSCHI, Mirza Seabra (Org.). Docência nos Ambientes Virtuais de Aprendizagem: múltiplas visões. Ed. Universidade Estadual de Goiás. Anápolis, Goiás, 2013.

MATTAR, João. Tutoria e Interação em Educação a Distância. São Paulo: Cengage Learning, 2012.

MENDONÇA, Gilda Aquino de Araújo. Submódulo 2 – Educação a Distância. Aperfeiçoamento em Educação Integral e Integrada. Universidade Federal de Goiás. Centro de Pesquisa Aplicada a Educação. Goiânia: FUNAPE/CIAR, 2010.

MOORE, Michel; KEARSLEY, Greg. Educação a distância: uma visão integrada. São Paulo: Thomson Learning, 2005.

MORAN, José Manuel. O que é educação a distância. Escolanet, p. 1-4, 2002. Disponível em: . Acesso em: 26 abr. 2016.

MORAN, José Manuel. Formação de tutores em educação a distância. Florianópolis: SEaD / UFSC, 2006.

MORAES, Marialice. Serviços de apoio: Tutoria e Monitoria em Educação a Distância. Formação de tutores em educação a distância. Florianópolis: SEaD / UFSC, 2006.

PEIXOTO, Joana. Mediação Pedagógica midiatizada pelas tecnologias? Revista Teoria e Prática da Educação, v. 14, n. 1, p. 31-38, jan./ abr. 2011.

PETERS, Otto. Didática do ensino a distância. São Leopoldo, RS: Editora Unisinos, 2001.

SANTOS, Edméa. Educação online para além da EAD: um fenômeno da cibercultura. Actas do X Congresso Internacional Galego-Português de Psicopedagogia. Braga: universidade do Minho, 2009. Disponível em: . Acesso em: 10 jan. 2017.

TOSCHI, Mirza Seabra. Currículo em educação a distância. In: PRESTI, Oreste (Org.). Educação a Distância: ressignificando práticas. Brasília: Liber livro, 2005a.

TOSCHI, Mirza Seabra. Tecnologia e Educação: Contribuições para o Ensino. Série-Estudos. Periódico do Mestrado em Educação da UCDB. Campo Grande, n. 19, p. 35-42, jan./jun. 2005b.

TOSCHI, Mirza Seabra (Org.). Docência nos Ambientes Virtuais de Aprendizagem: múltiplas visões. Universidade Estadual de Goiás. Anápolis, GO: Ed. UEG, 2013.

VEIGA, Ilma Passos Alencastro (Coord.). Repensando a Didática. 5. ed., Campinas, SP: Papirus, 1991.




DOI: http://dx.doi.org/10.18224/educ.v20i2.6250

Direitos autorais 2018 Daniela da Costa Britto Pereira Lima, Emanoela Celestino Almeida Ramos, Mônica Desiderio

 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


EDUCATIVA | Revista do Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7771 | Qualis B1

Flag Counter