Os Processos Educativos Regressivos Mediados pela Televisão Brasileira

André Barcellos Carlos de Souza

Resumo


Considerando que a televisão ainda é um dos mais importantes media implicados nos processos educativos no mundo, e considerando que a sua investigação deve articular a objetividade e a subjetividade tanto na sua produção quanto na sua recepção, esta reflexão teórica fundamentada em Marx, Freud e Adorno, problematiza as contradições do efeito (de)formativo regressivo dos processos educativos mediados pela televisão brasileira.

Palavras-chave


Televisão; Indústria cultural; Educação.

Referências


ADORNO, Theodor W. A indústria cultural. In: COHN, Gabriel (org.). Comunicação e indústria cultural. São Paulo: Editora Nacional, 1977b. p. 287-295.

ADORNO, Theodor W. Televisão e os padrões da cultura de massa. In: ROSENBERG, B.; WHITE, D. M. Cultura de massa. São Paulo: Cultrix, 1973. p. 546-562.

ADORNO, Theodor W. Televisão, consciência e indústria cultural. In: COHN, Gabriel. Comunicação e indústria cultural. São Paulo: Editora Nacional, 1977a. p. 346-354.

ADORNO, Theodor W. Teoria estética. Lisboa: Edições 70, 2008.

ADORNO, Theodor W.; HORKHEIMER, Max. Dialética do esclarecimento. Rio de Janeiro: Zahar, 2006.

CHAUI, Marilena. Cidadania cultural: o direto à cultura. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2006a.

CHAUI, Marilena. Simulacro e poder: uma análise da mídia. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2006b.

FREUD, S. Psicologia de grupo e análise do ego [1921]. In: Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmundo Freud. Trad. de Christiano Monteiro Oiticica. Rio de Janeiro: Imago, 1980, v. XVIII, p. 125-180.

FREUD, Sigmund. [1914]. Sobre o narcisismo: uma introdução. In: FREUD, Sigmund. Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud, v. 14. Rio de Janeiro: Imago, 1996. p. 83-119.

HAMBURGER, Esther. Indústria cultural brasileira (vista daqui e de fora). In: MICELI, Sérgio (org.). O que ler na ciência social brasileira (1970-2002). São Paulo/Brasília, Anpocs/Editora Sumaré/Capes, 2002. p. 53-84.

KEHL, Maria Rita. Eu vi um Brasil na tv. In: NOVAES, Adauto (org.). Rede imaginária; televisão e democracia. São Paulo: Companhia das Letras, 1991. p. 60-72.

KEHL, Maria Rita. Fetichismo. In: BUCCI, Eugênio; KEHL, Maria Rita. Videologias: ensaios sobre televisão. São Paulo: Boitempo, 2004. p. 63-84.

LASCH, Christopher. A cultura do narcisismo: a vida numa era de esperança em declínio. Rio de Janeiro: Imago, 1983.

MARX, Karl. Contribuição à crítica da economia política. 2. ed. São Paulo: Expressão Popular, 2008.

MARX, Karl. Manuscritos econômico-filosóficos. Tradução de Jesus Ranieri. São Paulo: Boitempo, 2010.

MARX, Karl. O capital. v. 1. 2. ed. São Paulo: Nova Cultural, 1985.

OLIVEIRA, Francisco de. Capitalismo e política: um paradoxo letal. In: NOVAES, Adauto. O esquecimento da política. Rio de Janeiro: Agir, 2007. p. 283-296.

ORTIZ, Renato. A moderna tradição brasileira: cultura brasileira e indústria cultural. 5. ed. São Paulo: Brasiliense, 1994.

RESENDE, Anita C. A. Da relação entre indivíduo e sociedade. Revista Educativa, Goiânia, v. 10, n.1, p. 29-45, jan./jun. 2007.

RIBEIRO, Renato Janine. O afeto autoritário: televisão, ética e democracia. São Paulo: Ateliê Editorial, 2004.

WILLIANS, Raymond. Televisão: tecnologia e forma cultural. São Paulo: Boitempo; Belo Horizonte: PUC Minas, 2016.

WOOD, Ellen M. Democracia contra capitalismo: a renovação do materialismo histórico. São Paulo: Boitempo, 2003.




DOI: http://dx.doi.org/10.18224/educ.v22i1.6886

Direitos autorais 2020 André Barcellos Carlos de Souza

Rodapé - Educativa
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


EDUCATIVA | Revista do Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7771 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = B1

Visitantes - (04/09/2017 - 25/06/2020)

Fonte: Google Analytics.