A Alma de um Relógio: 'O Relógio Belisário', romance de José J. Veiga

Wania de Sousa Majadas

Resumo


?â?¬ medida que aumenta o conhecimento científico, diminui o grau de humanização do mundo moderno. O homem sente-se isolado no cosmos, porque, já não estando envolvido com a natureza, perdeu a sua identificação emocional inconsciente com os fenômenos naturais. E os fenômenos naturais, por sua vez, perderam aos poucos as suas implicações simbólicas. necessário que um relógio especial procure iluminar o beco escuro em que o homem urbano vem se embrenhando. A hesitação gerada pelo fantástico produz um clima de inexplicável medo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/est.v34i2.320

Rodapé - Educativa
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


EVS | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-781X | Qualis B3

Visitantes - (01/01/2006 - 01/06/2019)
País Usuários
Brasil 43.582
Estados Unidos 1.240
Portugal 743
França 246
Moçambique 183
Angola 118
Reino Unido 60
Espanha 52
Chile 47
Total 47.204

Fonte: Google Analytics.