Hemoculturas Positivas de Pacientes da Unidade de Terapia Intensiva de um Hospital Escola de Goiânia-Go, Entre 2010 E 2013

Mônica Alves de Sousa, Nalligia Morgana Medeiros, José Roberto Carneiro, Alessandra Marques Cardoso

Resumo


Resumo: a sepse é a principal causa de óbito em UTI, sendo o diagnóstico precoce fundamental, uma vez que a mesma evolui de forma rápida, frequentemente com sintomatologia inespecífica. Foram evidenciadas 170 hemoculturas positivas no período estudado, sendo recuperadas bactérias Gram positivas em 52,30% das amostras e Gram negativas em 47,70%. Staphylococcus coagulase negativa (23,50%) foi o microrganismo mais prevalente.

Palavras-chave: Infecção hospitalar. Sepse. Hemocultura. UTI.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/est.v41i3.3612

Rodapé - Educativa
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


EVS | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-781X | Qualis B3

Visitantes - (01/01/2006 - 18/06/2019)
País Usuários
Brasil 41.141
Estados Unidos 1.230
Portugal 706
França 246
Moçambique 170
Angola 118
Reino Unido 58
Espanha 50
Chile 41
Total 44.462

Fonte: Google Analytics.