A Letra e a Linha: a cartografia como fonte histórica

Eduardo Quadros

Resumo


A história cultural tem renovado muitos campos de pesquisa. Neste texto, partindo da noção semiótica de cultura, ressaltamos a importância de serem pensados de maneira indissociada o tempo e o espaço. Na segunda parte do artigo, as propostas teórico-metodológicas são exemplificadas através da cartografia colonial amazônica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/mos.v1i1.227

Rodapé - Mosaico
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND

MOSAICO | Programa de Pós-Graduação em História | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7801 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = A3

Visitantes - (05/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.