O Spin-off como recurso de Narrativa Transmidática na Telenovela Brasileira

Alexandre Tadeu dos Santos, Sarah Emanuelle Marques Pereira

Resumo


O presente artigo discute a utilização do spin-off como estratégia de comunicação transmidiática na telenovela brasileira.  Nossa principal inquietação parte da presmissa  que a linguagem da TV, no que tange as narrativas ficcionais, vem apresentando novas perspectivas e possibilidades de produção em diálogo com a rede das redes: a intenet. A metodologia adotada para a reflexão foi o tensionamento de autores que pensam o audiovisual como (JENKINS; LACALLE; MACHADO) e a análise de um episódio do spin–off em formato de websérie da novela Totalmente Demais

Palavras-chave


spin-off; telenovela; narrativas transmidiáticas; websérie

Texto completo:

PDF

Referências


CARAYANNIS, E. G. et al. (1998) High technology spin-offs from government R&D laboratories and research institutes. Technovation, Vol. 18 (n. 1), 1–10.

CARLÓN. Mario. FECHINE, Yvana (Orgs). O Fim da Televisão. Rio de Janeiro: Confraria do Vento, 2014.

JENKINS, Henry. Cultura da Convergência. São Paulo: Aleph, 2009.

LACALLE, Charo. As Novas Narrativas da Ficção televisiva e a Internet . MATRIZes, São Paulo: ECA-USP/Paulus, ano 3, nº 2. janeiro/julho 2010. p. 79-102.

MACHADO, Arlindo. VÉLEZ, Marta Lúcia. Fim da Televisão? in: CARLÓN. Mario. FECHINE, Yvana (Orgs). O Fim da Televisão. Rio de Janeiro: Confraria do Vento, 2014. p. 54-76.

SVARTMAN, Rosane. Entrevista I. [jun. 2016].




DOI: http://dx.doi.org/10.18224/pan.v8i1.6495

 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


PANORAMA | Comunicação Social | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 2237-1087 | Qualis B4